Músicas Grey’s Anatomy Temporada 12 Ep 11 “Unbreak My Heart”

Músicas do 11º episódio da décima segunda temporada de Grey’s Anatomy, Unbreak My Heart:

  • Unbreak My Heart por Toni Braxton – título do episódio
Músicas Grey’s Anatomy Temporada 12 Ep 11
Músicas Grey’s Anatomy Temporada 12 Ep 11
  • Touch por Sleeping at Last – final do episódio, passando o tempo na relação da April com o Jackson; quando eles estão no Mercy West começando, depois eles abraçados no local do tiroteio no Seattle Grace Mercy West, em seguida eles fugindo do celeiro no casamento da April, depois eles se beijando no casamento deles, dançando quando contaram sobre o bebê para os outros, chorando no quarto quando o bebê morreu, cena da April tentando ligar pro Jackson quando estava no exército; April chora e assina os papéis do divórcio; voz da April falando; Jackson conversando com Tatiana antes do casamento dela e depois levando ela para o altar; Arizona chega em casa com bebidas, April não aceita nenhuma e acaba contando que está grávida

“No trauma estamos preocupados com uma questão primordial. Como isso aconteceu? Qual foi o mecanismo da lesão? Como vemos através da bagunça e confusão do trauma para descobrir qual realmente é o dano? Infinitas possibilidades colocam o paciente em cima da mesa na sua frente. Agora você precisa descobrir, eles vão sobreviver? Você será capaz de salvá-los ou são uma causa perdida? Cada parte de um trauma conta um pedaço diferente da história e até que você olhe toda e qualquer lesão, você pode ver o que deu errado. Falamos sobre o mecanismo da lesão, sobre onde tudo começou, mas a verdade é que, é uma espécie de mito. Não podemos resumir todas as lesões a um único golpe. O que machuca é cumulativo. Acontece com o tempo. Nós absorvemos golpe por golpe, choque após choque, batidas após batidas dolorosas. Mas mesmo assim, mesmo se soubermos exatamente como chegamos aqui, não significa que podemos consertá-lo. Não podemos curar todas feridas, mas tudo bem. Tenho que acreditar que está tudo bem. Tenho que acreditar que mesmo que alguma coisa pareça que não possa ser consertada, não significa que está quebrada. (April Kepner)

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.