Músicas Grey’s Anatomy Temporada 12 Ep 15 “I Am Not Waiting Anymore”

Músicas do 15º episódio da décima segunda temporada de Grey’s Anatomy, I Am Not Waiting Anymore:

  • I Am Not Waiting Anymore por Field Report – título do episódio
  • Boom por Outasight – Meredith chega cedo para a cirurgia da Kelsey, Maggie tenta fazer ela ir se arrumar para o encontro com Thorpe, Alex fala para ela cancelar e Jo fala para ela ficar por que é um transplante triplo de órgãos; Meredith resolve sair, Maggie briga com Alex para apoiar ela, Alex fala que tem que fazer psicologia reversa, senão ela não vai; Meredith raspa os pelos da perna, Amelia aparece, vê ela raspando as pernas, depois comenta que tem uma roupa e sapato para emprestar
Músicas Grey’s Anatomy Temporada 12 Ep 15
Músicas Grey’s Anatomy Temporada 12 Ep 15
  • Home por Sebastian Kole – April e Jackson brigam na recepção do hospital, Richard se mete e manda eles pararem, Jackson sai andando; Meredith arrumada se olhando no espelho; Meredith volta para cirurgia da Kelsey, Maggie pergunta o que ela está fazendo e fala que ainda tem muito tempo, Meredith fala que quer ajudar e depois pede a Jo para enviar mensagem para Thorpe cancelando o encontro; Alex fala para Maggie que é culpa dela a Meredith desistir; April chora em uma sala de exame, Owen entra, eles conversam, Owen abraça ela e fala que é um milagre, ela chora
  • If You Went Away por Daniel Wilson – final do episódio, Amelia vai embora chorando do trailer do Owen, depois de encontrar ele bêbado; Jackson vai pedir desculpas para April por ter brigado, ela também pede desculpas e tenta se explicar, eles brigam de novo, ela fala que enquanto o bebê está na barriga dela ele não pode opinar em nada e bate a porta na cara dele; voz da Meredith falando (frase no final do post); Meredith no carro conversando com Thorpe
  • Green and Gold por Lianne La Havas – promo do episódio 16 ‘When It Hurts So Bad

“Nós cobrimos lesões com fita e gaze para proteger o ferimento, para prevenir a infecção, para poupar o paciente de mais sofrimento. A parte mais difícil vem quando você precisa arrancar a bandagem, porque isso pode doer pra burro. Dói remover esta bandagem. Não queremos ver o que está embaixo. Mas talvez não seja o medo da dor que nos impede. Talvez estejamos é com medo de ver se a ferida por baixo ainda está aberta ou se ela pode estar realmente se curando. (Meredith Grey)”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.