Músicas Grey’s Anatomy Temporada 3 Ep 17 “Some Kind Of Miracle”

Músicas do 17º episódio da terceira temporada de Grey’s Anatomy, Some Kind Of Miracle, com as cenas em que elas tocam.

Músicas Grey’s Anatomy Temporada 3 Ep 17

  • Some Kind Of Miracle por Kelly Clarkson – título do episódio
  • The Lake do Aqualung – monólogo da Meredith no início do episódio (final do post); Miranda, Richard e Burke tentam reviver a Meredith que está com hipotermia e o coração parou, Addison fica olhando, o pager dela toca e ela precisa sair, Miranda fala para ela fazer o que achar melhor, que o paciente é dela; Meredith sentada na maca, Denny e Dylan discutem sobre Meredith estar bem ou não
Músicas Grey's Anatomy Temporada 3 Ep 17
Músicas Grey’s Anatomy Temporada 3 Ep 17
  • Sleep Don’t Weep do Damien Rice – Richard fala que Meredith está quente e morta, Burke e Miranda ficam se olhando arrasados, a máquina de coração faz um bipe, Miranda fala que parece fibrilação e Richard pede para dar choque de 300; dão choque na Meredith mas o coração parece parar de novo, Miranda briga com ela, falando que não pode morrer, não pode desistir e usa o estetoscópio para escutar o coração; Cristina entra no quarto e fica parada olhando arrasada
  • Swans por Unkle Bob – final do episódio, monólogo da Meredith do final; Richard dando adeus para Ellis no quarto do hospital; Derek deitado na cama do hospital abraçando a Meredith; Izzie indo embora do hospital, depois pára no corredor e parece sentir Denny que está parado do lado dela, depois vai embora; Denny vai embora para a luz

“Milagres médicos existem. Por sermos devotos da ciência, não gostamos de acreditar em milagres. Mas eles existem. Coisas acontecem. Não podemos explicá-las, não podemos controlá-las, mas elas acontecem. De fato, milagres acontecem na medicina. Acontecem todos os dias, mas nem sempre quando precisamos. No final de um dia como esse, um dia em que tantas preces foram ouvidas e outras tantas não foram, aceitamos nossos milagres onde quer que possamos encontrá-los. Estendemos a mão através do abismo…e às vezes… contra todas as probabilidades…contra toda e qualquer lógica…nos tocamos. (Meredith Grey)

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.