Músicas Grey’s Anatomy Temporada 13 Ep 20 “In the Air Tonight”

Músicas do 20º episódio da décima terceira temporada de Grey’s AnatomyIn the Air Tonight, com as cenas em que elas tocam.

Músicas Grey’s Anatomy Temporada 13 Ep 20

– In the Air Tonight por Phil Collins – título do episódio

That’s What I Like por Pigeon John – tocando no fone de ouvido da Ingrid quando Nathan fica falando com a Meredith e ela não presta atenção, ele fala que sabe que ela não está dormindo, a Ingrid tira o fone, ele fala que não estava falando com ela mas com a Meredith, Mer fala que estaria dormindo se ele parasse de encher o saco; Ingrid pergunta por que ela não está falando com ele, Nathan conta o que aconteceu entre eles

Músicas Grey’s Anatomy Temporada 13 Ep 20
Músicas Grey’s Anatomy Temporada 13 Ep 20

I Know por Chris Batson – Meredith tira o sinto, fala que vai esticar as pernas e vai até o banheiro, Nathan entra no banheiro com ela e fala que ela fez um olhar para ele, ela fala que não fez nada, eles conversam e acabam se agarrando no banheiro mesmo; imagens do temporal do lado de fora do avião

– Grace por Rag’n’Bone Man – final do episódio, o avião consegue aterrissar, Meredith, Nathan e os outros se olham rindo; um grupo de emergência espera por eles para levar os pacientes para o hospital; Meredith conversa com Jay sobre o Max, ele abraça e agradece ela; Dr. Peters vai falar com a Meredith, mas a Capitã entra na frente dele e aperta a mão dela, Dr Peters sai andando para o ônibus; Candace agradece Nathan por tratar o pulso dela, pergunta se pode ligar para ele, ele fala que não; Nathan vai conversar com a Meredith, dá uma bebida e eles decidem sair juntos para o hotel, Mer não aceita pegar na mão do Nathan

“Turbulência. Significa qualquer coisa entre alguns pequenos solavancos a um sistema meteorológico castastrófico que poderia derrubar sua lata voadora do céu. Na cirurgia chamamos isto de complicação. Nós atingimos um obstáculo, uma pedra no meio do caminho. Turbulência. Então, você sabe, é melhor apertar o cinto. Uma das coisas mais imprevisíveis sobre o encontro com a turbulência são suas consequências. Tudo está abalado. Desfeito. Virou de cabeça para baixo. Então, se você tem a escolha de evitar a queda do avião, você aceitaria? Você teria cuidado e não correria riscos? Ou você subiria a bordo e arriscaria? (Meredith Grey)”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.