Músicas Grey’s Anatomy Temporada 16 Ep 15 “Snowblind”

Músicas Grey’s Anatomy Temporada 16 Ep 15. Músicas do 15º episódio da décima sexta temporada de Grey’s Anatomy, Snowblind, com as cenas em que elas tocam.

“Meredith e Carina se questionam sobre o comportamento do DeLuca quando ele decide pegar o fígado para a criança durante uma nevasca. Enquanto isso, Bailey tenta ajudar Joey com seu futuro, enquanto Richard treina um novo interno no hospital.”

Músicas Grey’s Anatomy Temporada 16 Ep 15

Trilha instrumental por Danny Lux (compositor da série)

Todas músicas instrumentais tocadas no episódio que não foram especificadas no post.

Snowbling por Black Sabbath

Título do episódio.

Cold Cold Cold por Cage the Elephant

Início do episódio, Mitchell andando pelo hospital procurando a paciente; voz da Mer falando (frase no final); Owen briga com uma criança que fica abrindo a porta e depois conversa sobre os pacientes com Jackson; Andrew se voluntaria para peghar o fígado para a criança que precisa de transplante, Meredith comenta estar preocupada.

Break Free por FVR DRMS

Jo e Richard conversam com Tess sobre ela fingir ser uma interna, ela conta sua históriaa; Owen, Maggie e Teddy operam a mulher grávida que foi atropelada pela esposa.

Músicas Grey’s Anatomy Temporada 16 Ep 15
Músicas Grey’s Anatomy Temporada 16 Ep 15

Only Son of the Falling Snow por Bear’s Den

Tom brinca com a Teddy e joga bola de neve nela; Richard conta para Tess sobre sua luta para se tornar um médico, depois dá seu estetoscópio para ela.

How It Goes por Claire Guerreso

Teddy vai no apartamento do Tom e eles se beijam; Ben chega em casa do trabalho e descobre que têm visita; Link chega na casa da Jo com donuts.

Real Life por Imagine Dragons

Jo chora com Link depois de contar que Alex não está com a mãe e que acha que ele foi embora e largou ela; Cormac pergunta a Meredith sobre sua relação com Andrew, depois conta que é bom conhecer outra pessoa que ficou viúva tão jovem.

Monólogo da Meredith

“Quando eu era criança, eu acordava toda manhã de inverno e imediatamente abria a cortina para ver se estava nevado. E normalmente estava. Era Boston. Escolas fechariam. Pessoas se aconchegavam, acendiam velas e comiam tudo que tinha na geladeira. Todo mundo ama um dia de neve. Exceto uma pessoa. Minha mãe. Ela sempre dizia a mesma coisa: “Meredith, cirurgiões não têm dias de neve.” Ela estava certa. Não temos. Logo após uma tempestade, eu corria para fora. Se era o ar ou o cobertor fresco de neve, sempre parecia mágico ou novo. Mas por mais bonito que seja, a neve começa a derreter. E de repente você está parado na lama suja, congelado e incapaz de sentir alguma coisa. Mas depois de tempo suficiente, até isso desaparece. O chão derrete, os dias ficam mais longos, e embora você nunca possa imaginar, você começa a sentir novamente. Isso me surpreende todas as vezes. (Meredith Grey)”

Aproveite para conferir nossa página com todas as músicas de Grey’s Anatomy separadas por temporadas e episódios.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.