Músicas Grey’s Anatomy Temporada 17 Ep 8 “It’s All Too Much”

Músicas Grey’s Anatomy Temporada 17 Ep 8. Músicas do 8º episódio da décima sétima temporada de Grey’s Anatomy, It’s All Too Much, com as cenas em que elas tocam.

Conforme traumas e pressão se acumulam, os médicos do Grey-Sloan procuram um caminho para seguir em frente. Maggie dá privilégios de hospital a Winston e eles trabalham juntos com um paciente inquieto e Jo, Link e Jackson fazem um jogo de bebida diferente.”

Músicas Grey’s Anatomy Temporada 17 Ep 8

Trilha instrumental por Danny Lux (compositor da série)

Todas músicas instrumentais tocadas no episódio que não foram especificadas no post.

It’s All Too Much por The Beatles

Nome do episódio.

Walked Through Hell por Anson Seabra

Início do episódio, voz da Meredith falando (frase no final); Catherine abraça Richard; Miranda pensando sozinha na sala, recebe mensagem do Richard; Owen remove as coisas do DeLuca do armário e recebe mensagem; Teddy conversa com Meredith na maca e recebe mensagem, depois vê o DeLuca no lugar do Cormac.

(i walk downside and got kiss with a…) ?

As crianças dançando no jardim da casa da Meredith, Maggie, Amelia e os outros falam sobre a morte do DeLuca; Winston levanta para dançar com eles.

?

Jo, Link e Jackson bebendo e conversando sobre a carreira da Jo; eles conversam sobre fugir dessa vida.

Músicas Grey’s Anatomy Temporada 17 Ep 8
Músicas Grey’s Anatomy Temporada 17 Ep 8

Anchor por AG, Lindsey Ray

Meredith na praia com Derek conversando sobre a filha; Cormack pede a Meredith para lutar por sua vida.

To Love Somebody por Beyries

Levi conversa com a Bailey sobre homenagear DeLuca; Maggie abraça Helm de costas; começa a o memorial para o DeLuca.

Hymn por Bjéar

Todos no lado de fora do hospital assistindo a homenagem ao DeLuca projetada na parede; Carina chora ao lado da Maya.

Satellite por Maggie Rogers

Final do episódio, voz da Meredith falando; Meredith e Derek na praia; Amelia e Link conversam e pedem desculpas; Owen carrega Teddy no colo para casa.

Monólogo do Meredith

“Nunca ninguém imaginou que chegaríamos tão longe. Cirurgias sem incisão, imagens 4D, orgãos mecânicos, terapia com células tronco. Toda inovação médica parecia impossível, inimaginável, até ser alcançada. E, felizmente, não paramos de fazer progressos. Porque o outro lado do inimaginável é a morte e a dor que vem com a perda. E esse lado nunca deixa de vir. A todo custo, evitamos experiências negativas. Ignoramos a dor. Afastamo-nos do desconhecido. Mentimos quando nos perguntam como nos sentimos. Não deveríamos fazer isso. “Porque aprendi algo destes últimos meses. O corpo não pode aguentar muito.” (Meredith Grey)”

Aproveite para conferir nossa página com todas as músicas de Grey’s Anatomy separadas por temporadas e episódios.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.